Pages

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Reinventando Cecília. Sem pretenções.

Hoje lembrei de uma poesia de Cecília Meireles...
"Eu canto porque o instante existe
e a minha vida está completa.
Não sou alegre nem sou triste:
sou poeta."
Eu a teria dito:
Escrevo porque o instante existe
Sou alegre, sou triste:
não sou poeta.
Aos poetas de plantão perdão pelo grosseiro "plágio" mas hoje é o que me definiria.
Na verdade acho que é assim sempre e para todos, o que há de mais democrático: a vida.
Todos os dias vejo, leio, escuto pessoas falando das mesmas coisas... Momentos de alegrias, descobertas, surpresas, boas notícias, amor, amigos... Em outros falam de suas dores, do amargor das experiências, das perdas, das desilusões...
É assim comigo, com você que agora veio aqui procurar... o que mesmo você veio procurar?
Como será que me mostro aqui?
Você! É, você!
O que vê diante de você?
Alegria ou tristeza? Amor, rancor? esperança, desilusão?
Será que consigo passar quem sou?
Sou gente, carne e osso, desejos, vontades, alegrias e tristezas. Sou verdades, as minhas verdades. Qualidades e defeitos. Sou carente, sou forte, só não sei quando é que elas surgem, quando uma dá lugar pra outra. Se é mais certo ser uma ou a outra, mas toda elas fazem parte de mim.
Sou isso tudo que vocês vão vendo/lendo, sem meias palavras, meio sem jeito com essas palavras, ainda engatinhando no mundo digital...
Ah! o mundo digital... esse as vezes me assusta. Não sou resistente a ele. Adoro meu blog, adoro ler os blogs de vocês mas me falta o tato, o cheiro, a escuta...
Queria sentir o cheiro da Shuzy; queria colocar na mesa do café a Cáh, a Mila; marcar uma visita pra conhecer o neto da Bela; queria marcar uma happy hour com a Vanessa e HG, Janaína e Borboleta, Cynthia e Lory; queria saber o nome da so sad/Long Haired Lady... Sarah, Fabi, Roberta, Anas, Joanas, Marias...Enfim, eu adoro ler todo mundo, receber o carinho, saber que desperto o afeto de pessoas tão distantes que sem esse "mundo" não seria possível o encontro, ainda fico sem jeito de apresentar minhas palavras.... e quando recebo elogio... é muito legal! Mas é virtual...acho que gosto mesmo é de contato, de abraço, do papel. Gosto da campanhia tocando, da voz mesmo que no telefone, de marcar o encontro, de esperar você chegar...
Desculpem-me... acho que hoje estou triste...

7 comentários:

Wilton disse...

Também gosto de tudo isso, mas não gosto de ver você triste.
Te amo, princesa!

Belos e Malvados disse...

A tristeza já passou? Espero que sim. Um abraço.

HG disse...

Não só vim procurar como achei... VOCÊ!

fabiana disse...

Amo você!

Long Haired Lady disse...

ai minha querida vou te comprar uma caixinha de lapis de cor!
eu tambem gosto do contato, do olho no olho.
é que ja me expus tanto e um dia tive vontade de ficar assim, escondidinha...

beijo querida!

Long Haired Lady disse...

ps. no meu perfil tem meu email, escreve pra mim...

deixa eu te pedir um favor, eu perdi a chance de ter a senha da suzy, diz pra ela me enviar...

beijo!

Lori disse...

No meu caso, é só marcar que tô lá!!!
bjim