Pages

domingo, 8 de julho de 2012

Cartas... por que não escrevê-las?????



Eu não esperava mas você veio. Veio em versos, em voz... aos pedaços... Eu estava tão quieta... nem sei se a intenção era essa... mudou o meu dia, a minha voz, a minha euforia...
Encheu-me de desejos, de novos desafios aqui dentro de mim...
Adoro os desafios, principalmente os que são cheios de mistérios, de incógnitas... Afinal, que seria da poesia se não fossem as incertezas... " mas há a vida que é pra ser intensamente vivida, há o amor que tem que ser vivido até a última gota. Sem nenhum medo. Não mata." Sim Clarice, eu a enfrento sempre... a provoco, eu sei...
Não me "cutuca" que isso acende um fogo adormecido em mim... e há muito fogo em mim...me abre a janela do imaginar e aviso que lá existe um terreno fértil... nisso tenho pressa... imaginar... e por que não me deliciar num mundo de inúmeras possibilidades... quais? Pra que saber? Disso dispenso... a pressa. Sou um misto do correr e saber esperar... um pouco pra frente e uns passinhos pra trás só pra dar a impressão de bailar...
Também tenho sede de companhia e magia... e se a promessa for de "te fazer esquecer a mesmice, e te fazer renascer, para o que de melhor existe"... por que evitar?
Se é real... pouco importa. A magia está no que deixamos florescer por dentro, quem sabe não floresce "as pétalas dos teus beijos em minha vida, porque tu me destes a transparência de tua alegria como contrapartida"...
Hoje em lugar propício... na cama... a sonhar...

2 comentários:

Jhosy . disse...

Dani,
mais um texto lindo! Cheio e transbordando sentimento, poesia, beleza.

Concordo com você, os mistérios e os desafios me prendem, me encantam.

Um beijo,
ótimo domingo.
Jhosy

http://meninamsicaeflor.blogspot.com.br/

Wilton disse...

Também adoro mistérios...
Também tenho sede de desafios e magia...
Também quero renascer...
Lindo e apaixonante seu lirismo!
Tenha lindos sonhos!