Pages

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

"Não me deixe ir, posso não mais voltar...
Não espere me perder, para sentir minha falta..."


 Clarice Lispector


Muito triste perceber que esperamos perder para saber o que sempre estivemos à mão, que esperamos não mais ter pra querer... Mas será que realmente passamos a querer ou é que apenas nos acostumamos com o ter?

10 comentários:

Luciana Nepomuceno disse...

baby, estou sempre aqui, sempre lendo...é que ando tão oca que me faltam palavras e fico no vazio espreitar, mas o amor é sempre...

Michele Santti disse...

'Chegue bem perto de mim.
Me olhe, me toque, me diga qualquer coisa.
Ou não diga nada, mas chegue mais perto.
Não seja idiota, não deixe isso se perder, virar poeira, virar nada.

(Caio Fernando Abreu)'


Um beijo amiga,
Mih

Atitude do pensar disse...

Dani, a humanidade possui como característica, valorizar coisas frívolas, relacionamentos falsos, mas também é capaz de aprender com os erros. pena que pode ser tarde!!!
Olha, certa vez, me acostumei com a intimidade, já não era amor, mas eu tinha algo e não queria abrir mão.
Bj,
K.

Rabisco disse...

Infelizmente isto quase sempre acontece.
Para responder à tua pergunta, umas vezes penso que seja por um motivo e outras pelo outro.

Mas sentir a falta, sente-se sempre.

Bjs

http://rabiscosincertossaltoemceuaberto.blogspot.com/

Maggie May disse...

Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora…

é da Pitty, e eu cantei muito pra ele, rs
meio adolescente mas o amor no deixa bobos!

Hope* disse...

É o hábito pode ser confundido com muita coisa...
O difícil é ter clareza suficiente para enxergar isso.
Bjoo!

Mi Satake disse...

Dani, isto é ensinamento pra guardarmos pra sempre.
Belissimas palavras. linda lição!

Bjks

Ana Pontes disse...

Olá,
somos tão contraditórios a este ponto, e é uma tristeza.
Bem, gostei do seu blog e já sigo. Queria te convidar a visitar o meu também. Eu ficaria honrada.
Beijos,
Ana Pontes

http://asoleneanapontes.blogspot.com/

Miri Fernandes disse...

Ouvi uma vez: "Escrever é um ato de liberdade." É assim que me sinto quando escrevo... LIVRE!
--

Quem consegue viver sem dizer que tem algo nas mãos ?
Acho que esse é um defeito nosso!

Adorei teu espaço.
Já entrei, já sentei e aceito um café. :D

Beijo.

Wilton disse...

Ao se perder, passar a querer o que não se sabia ter... É uma verdade que machuca.
Tenha uma boa semana.