Pages

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

mais uma vez: o amor!

"Quem acolher o que ele tem e traz
Quem entender o que ele diz
No giz do gesto o jeito pronto
Do piscar dos cílios
Que o convite do silêncio
Exibe em cada olhar..."


Nando Reis


Amor é um sentimento inatingível, que não se entende, sem definições... nunca se sabe onde ou porque começa, porque termina, ou se termina... não tem forma, cor ou mesmo direção... Pena que alguns não estão prontos pra acolhê-lo, pra recebê-lo na hora que ele chega... quanta coisas que não sabemos, que não temos domínio nessa tola vida...
Desenhar a própria história?... Será possível?...

8 comentários:

Mery disse...

"Quanta coisa que não sabemos...porque não temos domínio..." ***
Eu sou uma, que não entendo o "amor", fico sempre esperando o "perfeito", e me decepciono.
Nós não escolhemos a quem amar, sou muito passional...
Me visita, postei algo parecido com o teu post.
Bjusss da Mery

Shuzy disse...

Ainda hoje, no blog do Gabito Nunes eu lia sobre o final do amor: O amor não acaba. Ele é calmamente carcomido por cada pequena repressão. Ele não tem fim, morre apenas. Todo "fim" é uma sucessão de erros mal digeridos, protagonizados pela língua que profere durezas, ao invés de cumprir seu único papel no namoro. Lamber o agridoce do outro ao amanhecer. O amor termina por onde começa. Pela boca. Esse é o único e maior erro de um parceiro. Falar o que realmente não importa, abrindo feridas irresilientes e caminhos sem volta.

Achei bonito...

Srtª Vihh disse...

Puxa, texto pequeno e intenso...
Lindo deveras, querida.
Obrigada pelo apoio, viu?
bjOus

Shuzy disse...

http://www.gabitonunes.com.br/2010/07/bata-na-minha-cara.html

Esse é o link direto desse texto, mas, o blog todo é apaixonante!

Maggie May disse...

dizem que sabemos quando o amor acaba mas não quando começa...será?

Wilton disse...

Dani, é possível desenhar a própria história, mas é essencial sabermos que história queremos desenhar. Nossos erros e acertos nos ajudam nesse processo.
Muitas alegrias no seu fim de semana!

Hope* disse...

"...é essencial sabermos que história queremos desenhar..." (2)

Amiga, depois de muito bater a cabeça, hoje sou da seguinte opinião:
Quanto menos se complica melhor..
Porque na verdade a gente sabe*, mas preferimos fingir não saber.
Quanto a dar e receber, o fato é que cada um tem seu tempo mesmo, infelizmente a sintonia é falha...

Lindo o que você escreveu!
Bjoo!

BORBOLETA ESVOAÇANTE disse...

O amor não é um sentimento é uma decisão.
Fomos criados para o amor e pelo amor.
Não confundir com paixão, desejo, sentimento de posse.
O amor verdadeiro nos desvia de nós para caminhar na direção do outro.
Ser feliz em dar, em cuidar, em estender braços, sem esperar retorno
Nisso há grande cura para nós e para quem nos cerca.
E...Sutilmente vamos nos tornando pessoas melhores,e ,tornando o mundo melhor também.
Amar é um estilo de vida!

Bjus,voejando por aí encontrei você, espero sua visita.
dexconstrucao.blogspot.com